SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Informações estratégicas para sua empresa crescer.

Turismo

Imagem de título do setor Turismo
11 de agosto de 2017

Sebrae esclarece convênio com Airbnb

Parceria está temporariamente suspensa para análise

sebrae

Sobre a questão que envolve acordo com o Airbnb, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) esclarece:

O convênio com a empresa Airbnb está suspenso temporariamente e em processo de análise, visando estabelecer a melhor forma de integração entre o setor turístico tradicional e as inovações digitais. Isso porque essas inovações têm promovido transformações nos modelos de negócios em variados setores e ensejam, naturalmente, desafios para os diversos atores e instituições da sociedade.

A parceria em análise não prevê o repasse de verba para a plataforma de hospedagem e nem o atendimento aos anfitriões cadastrados pela empresa. A ideia original do convênio suspenso era testar em alguns bairros no Rio de Janeiro - RJ e em Bonito - MS um modelo de capacitação de 500 (quinhentos) empresários de micro e pequenas empresas localizadas no entorno das acomodações vinculadas ao Airbnb e na sua integração aos respectivos anfitriões, que passariam a divulgar aos turistas hospedados a rede de micro e pequenas empresas mapeadas na região.

Essa não é uma iniciativa isolada do Sebrae para o setor de turismo. Encontram-se em execução ou em negociação projetos e parcerias para o fomento e promoção das micro e pequenas empresas da cadeia do turismo envolvendo a aplicação de mais de R$ 100 milhões até 2018. Essas ações envolvem a capacitação de pequenos negócios nos segmentos de meios de hospedagem, bares e restaurantes, guias e agências de turismo e atrativos turísticos.

A campanha promovida nas redes sociais e por intermédio do envio maciço de e-mails, inclusive – surpreendentemente - até para o cadastro de usuários dos serviços com o objetivo de questionar a decisão adotada pelo Sebrae, não contribui para que as soluções já mencionadas sejam encontradas e as discussões sobre o assunto retomadas.

Fonte:
Agência Sebrae de Notícias
Autor:
Da Redação
Publicado em:
11 de agosto de 2017

Você também vai gostar de ler